Categoria: Cotidiano

set 05, 2017Por

Nani Moreira

Sem desculpa para comer bem- snacks e alimentos in box!

Não é de hoje que comer bem e cuidar da saúde virou prioridade para muitas pessoas. O problema está em conciliar uma rotina saudável mesmo na correria do dia, já que isso depende muito de esforço, disciplina e um tempinho a mais para arrumar as marmitas.

Como tudo nessa vida é praticidade, a ideia de receber em casa produtos já selecionados e de quebra saudáveis virou febre no Brasil. De produtos de beleza à lanches práticos, a ideia pegou todo mundo e quem não conhece não faz ideia do que está perdendo – é o famoso box de assinatura!

E como meu tempo é tão precioso quanto meu dinheiro (e eu acho que o seu também rs), hoje vocês vão conhecer comigo algumas empresas que trazem essa proposta: receber (no trabalho, em casa, na vizinha, na sogra…) produtos legais, pré-selecionados, por um preço interessante e sem abrir mão da qualidade. Dá-lhe vida moderna:

 

Best Berry (de R$ 79,50 à R$ 143,10)

Site: https://bestberry.com.br/ 

foto? Umbigo sem fundo

como funciona?

Continue lendo

ago 23, 2017Por

Nani Moreira

Depois da Netflix: Impressões da série Ozark

O mundo rodando normalmente e eu sem experimentar o gosto doce da Netflix. É pessoal, o bichinho do “n” vermelho me pegou e confesso que gostei, principalmente por que achei uma série que tinha acabado de ser lançada, uns 2 dias depois eu já estava fazendo a louca do download dos dez episódios de Ozark.

A história é a seguinte:

“Um consultor financeiro se muda com a família para as montanhas do Missouri com o objetivo de lavar quinhentos milhões de dólares e acalmar um violento traficante.”

Muito suspense, muito triller policial (adoro), muita falta de ar (por que você não espera as cenas) mas também aborda conflitos familiares e até aonde estamos dispostos a mantermos a nossa ética. Estrelado por Jason Bateman (ele já fez Hancock  e era o carinha-esposo da personagem da Charlize Theron que salvou o Will Smith, lembram?) e Laura Linney (ela fez O Exorcismo de Emily Rose e era a advogada que tentou defender o padre). Apresentados os atores, vamos ao que interessa: o que eu achei de Ozark e tô aqui pra te dizer se vale a pena ver…confere só:

1º motivo para ver: você começa vendo que a coisa não é só uma história de um cara que lava dinheiro. O seriado te leva a crer que o Marty (Jason Bateman) é um belo de um canalha só que não é beeemm assim e você só vai descobrir isso quase no fim;

Continue lendo

jun 24, 2017Por

Nani Moreira

Witness – O que aconteceu com a Katy Perry?!

Desculpa gente, mas eu tô sem saber até agora o que aconteceu com a Katy Perry…só eu que percebi? Óbvio que não mas Swish Swich é uma das melhores músicas que eu já ouvi nos últimos – sei lá…6 meses?! É impressão minha ou o novo CD dela chamado Witness tá uma mistura de tecno trance tipo Depeche Mode com uma pegada clubber meio house…não sei (hahahah). Mas que tá fora do eixo das antigas músicas dela, isso é indiscutível – e maravilhoso também.

As letras não estão nadddaaa inocentes nem cheias de melaço, pelo contrário, tá tudo carregado de sensualidade e não tem como escutar sem se imaginar num lugar dançando horrores. 

O CD começa com a música título do CD mesmo, Witness, que foi lançada agorinha em junho e é uma introdução do que você vai escutar ao longo do CD: viradas de tom, uma batida totalmente dançante e letras marcantes . A coisa fica “feia” mesmo em Roulette, que ela já dá o recado “I’ve tried to ignore these thoughts that rumble I think I’m bored of being so careful”, do tipo “Tentei ignorar esses pensamentos tumultuados Acho que cansei de ser tão cautelosa” e a batida lembra muuito Information Society. 

Continue lendo

jun 21, 2017Por

Nani Moreira

Antes da Netflix- 3 séries que você respeitava…

Sou apaixonada por séries mas ainda não entrei de cabeça na #modanetflix por que sou muito saudosista. Sou da época de Arquivo X, Melrose Palce, Blossom, The Nanny e recordar pra mim é lembrar de como eu ficava jogada no sofá com a adolescência toda pela frente e um bom pote de pipoca nas mãos. Mas isso era antes da Netflix…

As séries eram simples e no geral era assim ó: tudo se passava no máximo em uma casa ou num condomínio, a risada era ajudada por aquelas vozes malucas de fundo (que lembra Zorra Total lá no início) e te deixavam com aquela expectativa, já que todas tinham uma continuidade e se você perdesse um dia, ferrou sua vida inteira!

Eu amo isso, essa dependência pelos capítulos, essa adrenalina e essas recordações. Por conta disso, até por que nenhuma delas tá lá no Netflix é que eu venho aqui te dizer que se você não conhece nenhuma dessas que eu disse aí em cima, certamente deve conhecer as mais famosinhas que eu vou listar aqui embaixo. Daquelas séries que você respeitava com louvor e lamenta por ter acabado….

Barrados no Baile

(Beverly Hills 90210)

o-BEVERLY-HILLS-90210-PHOTOS-facebook

Imagina só uma série que era uma mistura de Friends (sem o humor mas com os mesmos conflitos) com Gossip Girl (sem o excesso de fofoca) só que com questões pouco debatidas no final dos anos 80 e início de 90, como jovens se envolvendo com álcool e drogas e prevenção de DST (doenças sexualmente transmissíveis). Basicamente era um grupo de adolescentes extremamente ricos e cheios de conflitos que viviam em Beverly Hills. 

Continue lendo

abr 07, 2017Por

Nani Moreira

Amei em fevereiro e março!

Sim, você está lendo certo e eu tive um big mês (fevereiro e março juntinhos) lotado de coisas que não consegui vir aqui deixar para vocês o “o que mais amei” em cada mês. Masssss…..vamos à querida frase “antes tarde do que nunca” e já começo perguntando como foi o mês de março pra você, pessoa?

Lotado? Atarefado ou mais um mês como outro qualquer? 

Nessa matéria tem música (não pode faltar, lógico!), livro e comida! Vem comigo? 

Música 

Música Waterfall, ft. P!nk e Sia

Não sei mas acho que a P!nk me pegou de novo do mesmo jeito que emDon’t Let Me Get Me” lá em 2002. E olha que nada mexia comigo depois do disco (oi?) de 2008 com o “Funhouse”, exceto pela música “Just Give Me A Reason” em 2012 que é um escândalo mas não pra escutar sem que uma lágrima corra.

Mas a dobradinha com a Sia nessa música ficou muuuuuito legal, vale escutar por que a letra é linda e uma baita indireta aos apaixonados e ver o clipe também:

“In the places that you touch me last – I can feel the burn my skin, it has – 

But the return of your beloved hands, hands” 

A segunda música eu só escutei pelo Spotify em março e caiu como uma luva por que eu estava num dia tão estressada que só John Mayer para me acalmar. E depois de quase 4 anos, ele volta com força total e 4 músicas tão gostosinhas que relaxa qualquer alma de TPM (fora que ele continua um lindo – que o esposo não leia isso! rsrsr). Mas confesso que tinha deixado de escutar ele por conta da briga com a Katy Perry – sou dessas! 

A música que eu mais gostei foi “Moving On and Getting Over” e eu AMEIIIII a letra…daquelas que a gente copia e manda de indireta, sabe? 

Moving on and getting over – It’s been so long – It just goes to show you – That I still can’t seem to get you off my mind – 

And I sure would like to see you  – One more time”

Comida

Bife de Chorizo, do Madero Steak House

Não sei se você já teve a oportunidade de ir num restaurante Madero espalhado pelo Brasil mas eu fui mês passado no de Brasília (que fica no Shopping ID Brasília) e eu fiquei impressionada com duas coisas: o atendimento é incrível (sem demora, ágil e eficiente – com pedidos feitos on line e sem exclusividade de atendente) e a comida é saborosa demais.

Eu fiquei até meio tonta com cardápio por conta das opções que eram lindas mas optei pelo Bife de Chorizo servido com salada e molho chimichurri + arroz e vou te contar que nunca comi uma carne tão gostosa como lá. Nem quando fui na Argentina…e para beber, fui de Lemonade de maçã verde (não é refri e nem é alcólico) que é uma delícia e vem num big copão!

restaurante madero experiência

(foto coletada do site deles por que eu comi e não fotografei, sorry!)

Corpo

Sabonete esfoliante da Palmolive Natureza Secreta Maracujá

De primeira o que me atraiu foi a etiqueta escrito “novo” e a embalagem – cheia de pontinhos que me lembravam sementes de maracujá e depois disso só me lembro de levar a sacola da Drogaria Venâncio  pela rua com ele lá dentro! O cheiro invade o banheiro quando você usa e tem kiwi, sementes maracujá, damasco, pêssego e morango, acredita? E não é aroma, não…

Infelizmente ele acabou de acabar mas durou uns dois meses (e eu usei, esposo usou…). Valeu muito a compra e escrevi até um post sobre isso. A Palmolive arrasou…

sabonete-liquido-palmolive-natureza-secreta-maracuja-resenha

Rosto

Batom liquido matte Mark, da Avon

Foi tanta propaganda mais tanta girando em torno deste lançamento que eu tive que pedir na revista e assim que chegou, já fui experimentando logo. Postei lá no meu Instagram a novidade da Avon, que é o novo batom liquido matte da linha Mark e eu confesso que gostei demais.

Tenho usado com uma certa frequência e já dá para adiantar aqui que ele parece que não vai matificar mas matifica depois de um tempinho. A cor que está na foto é areia, um rosa clarinho metalizado que deixa a boca super discreta. 

novo batom liquido avon mark

Tendência

Total jeans

Tem sapato, tem jaqueta, tem bolsa…e usando tudo isso ao mesmo tempo num look só! Essa é a nova tendência de moda por aí, que vem ganhando várias adeptas e eu adoro demais por conta da versatilidade: usa no trabalho, num evento, no shopping…cabe em todos os bolsos, tamanhos e versões.

Ele foi apontado lá no ano passado para ser um hit no verão de 2017 e não emplacou taaanto assim no Rio de Janeiro, não, gente! Não vi pelas ruas ninguem vestido de jeans dos pés a cabeça mas as opções estão aí para usar e abusar. 

tendência look jeans

Livro

Vidas Provisórias, por Edney Silvestre

Experiências no exílio, torturas psicológicas e a perda irreparável por ter abandonado tudo para viver uma vida que não é sua de uma hora para outra. Um livro de ficção que lembra muito a vida real de tantos brasileiros na época da ditadura militar e hoje retratada em capas de jornal pelos exilados da Guerra Islâmica.

Foi esse o livro que eu li durante esses meses de fevereiro e março que fiquei tão envolvida que até esqueci de postar por aqui a resenha dele. 

Para quem ama uma história bem narrada e com riqueza de detalhes, não pode deixar de conferir essa resenha mais que especial…semana que vem coloco na íntegra no ar. Publicação da Editora Intrinseca que adoro!

livro vidas provisórias de edney silvestre

Essa foto é de Bruno Presado, coletada na web já que ainda não tirei a minha foto do meu livro antes desse post 🙂

E pra vocês? Qual foi o seu favorito destes meses que já se foram? Me conta aqui, tá? 

fev 20, 2017Por

Nani Moreira

Adelismo- Eu não quero ter mais ter

Ok, quero deixar claro logo no início que amo o George Michael e admiro demais a Adele, sério!  Mas isso não tem nada a ver com a música dos dois, tem a ver com a nossa busca incessante por fazer o máximo do possível (até o impossível) para chegar na perfeição.

Quem viu o Grammy desse ano, se deparou com Adele pedindo desculpas por ter errado o tom justamente na homenagem à Michael, mas convenhamos aqui, quando não erramos?

Será que não  estamos buscando desenfreadamente por perfeição e excelência?

when-your-bff-tells-you-she-pregnant-you-say-first-thing-comes-mind

No mundo corporativo, somos cobrados cada vez mais para acertar, ser melhor a cada dia, mostrar os melhores resultados….
No mundo das relações do coração, somos cobrados para ser melhores esposas, namoradas, mães…
Melhor, melhor, melhor! Não desaponte seu chefe, não desaponte seu filho…Sempre ser boa e se destacar…

Alguém diz aí pra esse povo todo que somos humanos e somos passíveis de erro, por favor?
E as vezes você se pega numa competição com você mesma, se desculpando com você mesma por que você não deu o seu melhor. Quem nunca fez isso?

Por isso, minha bandeira nessa matéria é botar você pra refletir se o “Adelismo” não está acabando com a sua capacidade de ser humana, de aceitar seus erros como algo natural e sair da zona do perfeccionismo.

Claro que tem o bom e o excelente mas também tem o ideal e o possível!

adele_gif

Entre viver uma vida razoavelmente tranquila buscando melhorar aos poucos e ser uma enlouquecida buscando a melhor performance todo dia, eu prefiro cantar George Michael no chuveiro mesmo….vai por mim, é mais saudável, mais leve e mais divertido.

“Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.”
Sigmund Freud

E ainda sim, meu querido George será homenageado....

fev 09, 2017Por

Nani Moreira

Amei em janeiro!

Há, janeiro! Um sol de lascar no Rio de Janeiro, um início de ano movimentado no trabalho e no meio de tudo isso eu ainda tive tempo para experimentar coisinhas novas. Hoje o dia começa com o primeiro “favoritos” mensais ou considerado também como “o que mais amei” nesse mês. Como eu nunca coloco vocês em furadas, aqui eu deixo só a nata da nata das coisas boas que passaram na minha vida nesse primeiro mês do ano. Vambora então?

Música 

CD Day Breaks, de Norah Jones

Aonde eu estava com a cabeça que abandonei a Norah Jones? A grata surpresa de ter resgatado a Norah Jones na minha rotina musical foi o novo cd dela (nem tão novo assim – foi lançado em 2016) e tem sido uma surpresa e tanta…são 12 músicas que só escutando pra sentir: inspirador, relaxante e gostoso! É um resgate à Norah Jones mas numa versão mais madura e despreocupada. Tá lindo de se ouvir e viciante também. 

Destaque para a música “Day Breakes” (levada gostosa e cheia de ritmo), “Sleeping wild “(aquele baixo gostoso e só com piano no fundo…aiai) e “Brun” (minha preferida e dá até pra viajar naquela voz..relaxa qualquer estressado).

Aqui pra vocês eu deixo uma lindíssima também chamada “Tragedy”:

Roupa

Look verão, Mercatto e Riachuelo

Sabe quando você compra uma roupa e fica meio sem saber quando e como usar? Foi assim com essa duas peças mas a culpa não era delas, era minha mesmo. Mas tomei coragem e experimentei essa combinação e (na minha humilde opinião ficou bem legal, vai)..fresquinha e bem fresh mesmo. Detalhe que eu fiquei meio assim de usar e  depois gostei tanto que até posei pra foto hahah…só eu mesmo.

A blusa é da Riachuelo (achei essa bem parecida, ó) e a saia da Mercatto (aqui, ó). 

look-nani-moreira-blog

Rosto 

Gel de Limpeza Facial Effaclar Concentrado da La Roche-Posay

Confesso que eu usei ele mais de novembro/dezembro e início de janeiro do em janeiro propriamente dito masssss, fiz a resenha em janeiro e posso considerar assim, né? Ele acabou em janeiro e foi tão bom, mais tão bom que fiquei passada. As linhas de expressão diminuem (as fininhas, tá?) e ele segura a oleosidade pelo menos umas 7 horas numa boa ou mais a depender de onde você mora. Ele limpa muito a pele e isso é maravilhoso! Passo como o recomendado (manhã e noite) e minha pele fica bem gostosa, quase zero oleosidade. Dá-lhe La Roche Posay…cada vez mais viro fã…

Dica boa pra quem tem sofrido com a pele nesse verão, hein?!

resenha-gel-de-limpeza-facial-effaclar-concentrado-da-la-roche-posay-1

Seriado

Bones, FOX

Sério: Bones é sem dúvida o melhor seriado para mim dos últimos tempos (superando até House que eu gosto demais) e eu tinha meio que deixado ele pra lá depois de ter arrumado implicância com um dos personagens. Sim, eu levo seriados à serio hahaha! Mas depois que comecei devagar no Netflix, resgatei com tudo minha paixão e acabei com a primeira temporada em dois finais de semana. Ele é de 2005 e dia 14 de abril estreia sua 12ª temporada e a última (snifffff) 

Para quem não conhece, o seriado é inspirado na vida real de antropólogos forenses e da escritora de best-sellers Kathy Reichs. Um verdadeiro drama policial cheio de boas sacadas, inteligente e engraçado ao mesmo tempo, é protagonizado por David Boreanaz e Emily Deschanel.

Achei essa prévia do episódio 4 da temporada final –  parece que promete!

Tendência

Meia arrastão nos looks

O que é mais a cara dos anos 80 do que polaina e meia arrastão, gente! Eu sou genuinamente dessa década e quando eu vi o povo gritando aos quatros ventos que a Claudia Leite estava ditando a meia arrastão por debaixo do shorts pensei: – “essa eu conheço bem..”. E confesso que eu amo essa danada de meia arrastão! 

Ela é sexy (sem ser vulgar) e agora tá sendo adotada nas ruas num ar mais descolado, descontraído…eu acho hahah! Apesar de achar tudo isso, atualmente não conseguiria incluir ela na minha rotina (indo pro trabalho, por exemplo) massss…quem sabe no inverno!

meia-arrastao-tendencia

 

E pra vocês? Qual foi o seu favorito de janeiro? Me conta aqui, tá? 

jan 10, 2017Por

Nani Moreira

Seu copo tá meio cheio ou meio vazio? Sábio Churchill…

Vou ser bem direta logo no início, tá? Ver as coisas sob uma perspectiva diferente é o ponto crucial que nos diferencia em otimistas versus pessimistas, afinal, ter perspectiva é como se você estivesse olhando algo de longe…um panorama das coisas.

Se você pudesse enxergar sua vida lá na frente, como veria? Com qual perspectiva? Boa ou ruim?

Os otimistas costumam vestir uma blindagem que os protege das dificuldades. Já o pessimista, já se vê na própria dificuldade. O otimista enxerga com mais facilidade o lado bom da vida…o pessimista só enxerga o pior e tem certeza que ele terá a pior parte (por que com ele tudo é terrível e sacrificante). Quem não conhece alguém assim? E mais: quem nunca agiu assim na vida que atire a primeira pedra.

Mas, como tudo em excesso é ruim e o que diferencia o veneno do medicamento é a dose, pode ser que pensar positivamente em excesso te traga tanto prejuízo quanto se você estivesse pensando com pessimismo. O que vale mesmo é ter força mental suficiente para pensar de forma realista, racional e objetiva! 

Então, pensando em um 2017 diferente do que foi o ano anterior (e pode ter certeza que será melhor), te convido a praticar (pelo menos) metade do que está escrito aqui durante esse ano. São coisas que muitas vezes você já faz naturalmente, mas a ideia aqui é repetir o que é bom e deixar cada vez mais de lado aquilo que nos leva à uma corrente de pessimismo e negatividade. Quer embarcar nessa comigo? São 6 dicas bem interessantes:

Tenha pequenas metas, tenha fé e alcance grandes objetivos

Uma meta por vez, com passos sensatos e calculados nos impulsiona à objetivos grandes e realizáveis. Com isso, você vai ganhando confiança e se distancia da frustração. Por isso, seja realista e não exagere criando possibilidades dentro de uma realidade distante ou quase impossível. 

Há, fé nada mais é do que acreditar que algo é possível de ser alcançado. Então, tome sua dose de fé e vá buscar seus objetivos…..pense nisso!

arch-602127_960_720

Alcançou a meta? Seja grato! Agradeça

Nessa vida  nada é construído sozinho, por mais individual que seja a batalha. Se alguém te ajudou com uma palavra de incentivo, de apoio: agradeça. Uma mão amiga, um ombro para chorar, uma oração atendida…não importa! Gratidão é uma virtude que não é moeda de troca (se me der isso, te darei um aquilo), é algo a ser praticado o tempo todo.

Quer uma dica? Faça uma lista de coisas que você é grato. Assim, você saberá o que de fato vale a pena na sua vida e dará mais valor, praticando a gratidão.

 

Destaque o que foi bom, descarte o que é ruim

Deu certo, amém, senhor! Deu errado, foi um percalço no meio do caminho. Encare como um aprendizado, encha seu peito e “bora” rever o que deu errado, já que isso foi só um motivo para você parar e reavaliar. 

E o que não é bom pra gente? Descarte, ué! Se pergunte: “isso vai me fazer falta daqui pra frente?” Diminua a importância daquilo que não te faz feliz e esqueça. 

positive-725842_960_720

Concentre-se na solução e não no problema

Num livro chamado ” As vantagens de ser otimista” por Allan Percy, ele diz uma coisa bem interessante: no mundo, existem dois tipos de pessoas, as que sofrem com problemas e as que se esforçam para encontrar soluções. Sabe aquela pessoa que sabe onde o “calo aperta” e só lamenta? Não busca resolver rápido e parece que o melhor à fazer é sentar e lamentar? Há, minha filha, sai dessa e mude o seu foco!

Focar no futuro também ajuda nesses casos…que tal pensar “no que eu posso fazer daqui pra frente” ao invés do “o que eu deveria ter feito”?

Comprometa-se a fazer melhor a cada dia

Todo mundo pode fazer algo de bom e melhor à todo momento. Que tal começar agora, então? Quem foi mordido pelo bichinho do otimismo consegue interpretar um fracasso como um motivo para se superar sem abandonar o seu objetivo. Cada vez que você erra, é uma oportunidade de melhoria, de fazer diferente…então, seja comprometido com o melhor para você. 

Uma experiência negativa hoje pode ser o começo de algo positivo no futuro.

sheep-1644144_960_720

 

Encontre o que te faz feliz e não deixe escapar

Nada melhor do que viver cercado de pessoas incríveis, um emprego incrível, ter um momento de lazer, não é verdade? Depois que você descobrir o que te agrada, que tal manter isso na sua vida? Por mais momentos do seu lazer preferido, por mais encontros com amigos que te fazem rir…

Por que temos que ter apenas momentos de felicidade e prazer quando podemos ter prazer constantemente? 

Tá, nani…mas o que tem o copo lá do título?

Como você enxerga um copo com água depois de bebê-lo? Sabe aquela história de copo meio cheio ou meio vazio? Isso nada mais é do que a forma como enxergamos uma questão, a tal da perspectiva. 

E o Churchill?

Um pessimista vê a dificuldade em cada oportunidade; um otimista enxerga a oportunidade em cada dificuldade.” – Winston Churchill

Decida acreditar em coisas boas, experiências boas e se esforce em controlar suas emoções para que elas não controlem você.

nov 24, 2016Por

Nani Moreira

Mente vazia, oficina do relaxamento!

Final do ano está na portinha e a cabeça de muitos está assim ó:

– preciso passar de período na faculdade/colégio;

– não posso esquecer esse ano de comprar os presentes antecipadamente;

– caraca, esqueci de começar a decorar a casa pro Natal;

– vou quitar as minhas dívidas pra fazer novas “aquisições” no fim do ano…

– meu chefe jájá me cobra o relatório de atividades desse ano..aff!

Tudo o que você não fez, seja por preguiça seja por falta de tempo (ou falta de dinheiro), você entra numa paranoia louca que “desse ano não passa”, engata a marcha e rumo às tarefas de fim de ano! O corpo pode até te acompanhar mas a mente, essa não perdoa e é implacável. No fim do ano, por mais que você queira fazer tudo, chega a hora de relaxar e esvaziar a mente para absorver coisas novas para um ano novinho e zerado de promessas!

dicas-para-relaxar-e-meditar

Tem gente até que gosta de uma excitação, uma carga de adrenalina correndo nas veias para dar aquela sensação de “estar vivo” ou “eu sou flórida, faço tudo e sou incansável” mas confessa pra mim que chega uma hora que a coisa não anda, o estresse nos pega de cheio e vem uma onda enorme de cansaço que você só pensa numa coisa: que venha dia 31 de dezembro por que eu quero paz!

É por isso mesmo que hoje te convido à esvaziar a mente, relaxar teus neurônios e dar um calmante pra suas sinapses…sim, é possível através de alguns passos beeemm simples:

recue, dê um passo para trás

Deu para fazer hoje, maravilha e se não deu, amém! Nada como um dia após o outro e Deus na frente de tudo. No dia seguinte, é possível retomar uma tarefa não concluída no trabalho, um problema não resolvido e até uma faxina que você não terminou por que chegou visita rsrs. Esses exemplos são pra te dizer: não deu pra fazer, Relax, Take It Easy e fique tranquila. Recuar é preciso quando as coisas fogem do controle…HÁ TEMPO PARA TUDO.

escreva sobre suas atividades antes de realizá-las

A sua cabeça é uma agenda ambulante e você jura com os dois pés juntos que tudo está na mente devidamente coordenado, organizado por horários e infalível. Parabéns, você é um robô! rsrs Mas se você não o é, escreva suas atividades e as organize de forma que isso não tome todo o tempo do seu dia, por favor!

Ninguém merece se ver perdido em tarefas não concluídas e sem tempo até de pegar um copo de água na cozinha, né? (conheço muitos assim, tá?) Gente que nem almoça por que está tão atarefado que aquele tempo precioso seria a morte! ORGANIZAÇÃO É FUNDAMENTAL.

se divida entre produção e prazer

Depois do trabalho, escolha um filme no Netflix ou pega seu sobrinho e leva no cinema pra rir um pouco da vida, vai! Quer fazer mais simples? Entre uma planilha ou outra de trabalho, cata um chocolate e se joga nesse prazer doce e gostoso hahah. Tá estudando? Larga tudo uns minutos e põe uma música bem alta, bem Beyoncé e se joga, descarregando toda a sua raiva e estresse! Se divida entre o chato e o que te dá prazer, mesmo que momentâneo. DESCONECTE-SE.

dica-para-acabar-com-o-estresse

faça coisas desprogramadas

Fora a questão de chegar e sair num determinado horário do trabalho/escola/faculdade, aqui eu falo de coisas que podem ser feitas em qualquer outro dia sem prejuízo- ler um livro no meio do horário do almoço, pegar o tênis e caminhar assim que chegar em casa, ir na praia sem marcar com ninguém…

A rotina condiciona o nosso cérebro à fazer sempre as mesmas coisas e da mesma forma e quando fugimos desse ciclo, meio que desprogramamos nosso cérebro e damos um novo fôlego à ele. Experimenta só e depois me diz. DÊ UM OLÉ NA ROTINA.

não se sinta culpado por não fazer nada por um tempo

Em vez de encarar isso como perda de tempo ou ser improdutiva, pense que é um momento só seu, onde serão apenas o seu pensamento e as coisas que você mais gosta de fazer. É o seu momento de prazer, seja deitado no sofá vendo TV, seja olhando pro céu num dia lindo de sol ou fazendo palavra cruzada haha! PECADO É NÃO CUIDAR DE SI.

dicas-para-relaxar

seja um pouquinho egoísta e pense em você, no seu bem estar

Separe uns minutinhos do dia e faça um carinho em você, na sua pele e na sua mente: vá dar risadas vendo desenho e esqueça o Cidade Alerta por um tempo, faça uma esfoliação na pele com açúcar mesmo e coma a sua comida preferida! Dá trabalho cuidar de si mesmo, precisa de tempo e paciência mas é recompensador no fim das contas quando as pessoas nos olham e dizem -“nossa, como você está bem hoje!”. SEU CORPO, SEU PATRIMÔNIO.

Vou encerrar essa matéria de hoje com uma frase que me faz refletir muito no modo como as ações refletem no resultado que esperamos para as nossas vidas, espia só:

“Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio – e eis que a verdade se me revela.”  Albert Einstein

 

ps.: fotos? pixabay, tá?

set 21, 2016Por

Nani Moreira

Convite Delegação Skol, eu fui convocada – Parceria nas Paralimpíadas + Jogo de Rugby

Povouuu, para quem pode ir nas Olimpíadas ou Paralimpíadas, como foi a sua experiência por lá? Eu digo por mim que a minha experiência foi incrível: um dia de jogo de Rugby e outro de Delegação Skol (oiiii???). Eu fui devidamente convocada para fazer parte da delegação Skol, onde somente os “atletas da curtição” eram designados para se acabarem na pista de dança, conhecerem o espaço da Skol dentro do Parque Olímpico da Barra e aproveitar toda a programação especial deles. Claaaro que eu fui e vou contar aqui como foi esse dia de “Delegação Skol, eu fui convocada” e o jogo entre Suécia e França (que deu Suécia de lavada hahaha)…o povo até tentou dar aquela força aos franceses mas não deu!

Delegação Skol Paralimpiadas.jpg

Quanto ao jogo, no mínimo emocionante ver aquele pessoal todo vibrando por atletas até então desconhecidos do povo brasileiro. Fui no dia 16 e deu gosto de ver o esforço deles em fazer cada pontinho, as brigas pela bola e a garra em vencer! E a Arena 1 deu um show à parte, todo muito vibrando e dançando, empurrando os atletas. No fim, venceu Suécia mesmo, que nem ganhou as Palimpíadas em Rugby, deu foi Austrália mesmo.

Jogo paralimpiada.jpg

Agora, aonde eu e meu esposo nos acabamos mesmo foi com a galera da #DelegaçãoSkol  hahah! Que vibração, que energia do povo todo dançando e confraternizando, gente. E o show dos DJs no Skol Live House, dentro do Parque Olímpico da Barra? No dia em que fomos, dia 18, quem comandou o som foram DJ Da Kid e DJ Tchuco…ninguém ficou parado lá não e eu dei meu show (soquenão) ao som de “Malandramente” hahah.

Delegação skol paralimpiada 1.jpg

Uma pena que passou tão rápido e que acabou…para os cariocas que relutaram tanto com as mudanças de trânsito e itinerário mas que no fim vibraram horrores com as olimpíadas e paralimpíadas, só nos resta esperar a próxima curtição!

delegação skol paralimpiadas 3.jpg

É claro que algumas pessoas fizeram este dia acontecer e eu não poderia deixar de agradecer: Ao grupo #ascariocasby, uma verdadeira irmandade do Facebook que tem a proposta de integrar diversas blogueiras do Rio de Janeiro e a Ana Frade (queridíssima e assessora da marca) e a responsável por essa parceria junto à Skol, atrelando com muito respeito e responsabilidade às blogueiras à Skol! 

E o que resta? Saudades….

set 14, 2016Por

Nani Moreira

Tag 20 músicas (tudo atual)

Estou me entregando às TAGs, povoooouuu! Adoro essas coisinhas por que a gente consegue se conhecer um pouco mais e troca idéia sobre o que cada um gosta, né? Pensando nisso, eu resgatei uma TAG lá da Karol Pinheiro e resolvi trazer pra cá: 20 músicas! As perguntas são bem loucas e pra cada uma, um videozim do YouTube para vocês curtirem,  beleza? Vambora então que vocês vão até se assustar comigo por eu ser tão eclética (rsrs).

1. Música favorita

Rihanna – Consideration

De todos os lançamentos desse ano, pra mim, sem dúvida nenhuma, o álbum novo da Rihanna foi um acerto…todas as músicas são incríveis, num tom de profundidade doido. E essa para mim é a música que eu rasgo o CD escutando, mas não é a única do CD novo dela…amo quase todas!

2. Música que mais odeia

Maiara e Maraisa – “10%”

Gente, na boa….não gosto dessas músicas, sério! Não sei se é por que ela tocou incessantemente aqui no Rio, sem parar em todos os lugares que eu ia ou sei lá! Só sei que não aguento mais e o meu vizinho tem descoberto umas mais “sofrência” que as outras. Nada contra e mesmo eu sendo extremamente eclética (de Metallica à Norah Jones), essa sofrência cantada por mulheres não rola na minha playlist.

3. Música que te deixa triste

Adele – “Hello”

Eu gosto da Adele, ponto! Mas essa música é de um tom tão amargo, tão sofrido, melancólico que me dá até aflição. Além de “Hello”, eu fico em depressão só de ouvir “I Don’t Want to Miss a Thing” do Aerosmith. Só eu que escuto essa música e vem na cabeça o povo lá no Armageddon apreensivo por causa do iminente fim do mundo… Que filme claustrofóbico também, né?

4. Música que te lembra alguém

Lil Wayne, Wiz Khalifa & Imagine Dragons – Sucker for Pain

Cara, meu primo escuta essa música quase que diariamente, é um vício e eu agora entendo por que? Primeiro por que eu adoro o Lil Wayne e o Imagine Dragons e a levada dessa música é viciante de verdade. Fora que ela está no filme Suicide Squad (Esquadrão Suicida) e aí o menino escuta em dobro hahah. Para quem gosta de um bom hip hop misturado com pop, vale escutar e se deixar viciar. 

5. Música que te deixa feliz

Coldplay – Adventure Of A Lifetime

Esse CD novo do Coldplay tá uma coisa de louco, gente! Uma pegada clubber, pra se jogar e dançar gostoso! Fora a letra que é super pra cima “Oh, você me faz sentir como se estivesse vivo de novo”...

6. Música que te lembra um momento específico

Justin Timberlake – “Can’t Stop The Feeling”

Eu sempre fui apaixonada pelo Justin Timberlake desde a época do N Sync e depois da carreira solo então, só aumentou minha admiração. Nessa nova música, parece que ele resgata aquele estilo lá do início da carreia que fazia tempo que eu não escutava: tá leve, a letra fácil de gravar e cheio de performance, pra dançar mesmo! Me lembra muito o Justin de antigamente…

7. Música que você sabe a letra inteira

Meghan Trainor – Me Too

Eu adoro essa menina e as músicas dela são impossíveis de serem ouvidas sem que você mexa o ombrinho haha! Nesse CD novo dela, a coisa toda tá super dançante, chiclete e nada criancinha…eu adoro principalmente o single “Me Too” e o “No”. Impossível não dançar e se sentir felizinha com as músicas dela. 

8. Música que te faz dançar

Tove Lo – “Cool Girl”

Essa música é boa pra dançar, pra relaxar, pra escutar caminhado…adoro! 

9. Música que te ajuda a dormir

Acho que nenhuma, não durmo escutando música mais…quando eu era adolescente, só dormia com o rádio ligado. Agora, substituí pela televisão.

10. Música que você gosta em segredo

Fifth Harmony – “Bo$$”

Hahah, gente…quem não ama uma música chiclete pra dançar com as amigas? Me julguem, eu permito! Que coreografia é essa, Brasil?! Dá vontade de dançar rebolando até o chão se achando haha! Eu sou da época da Spice Girls e eu confesso que nem elas naquela época fizeram uma música tão incrível como essa. Espanta mau humor, falta de saco e até inveja, por que não tem como você não dançar e meio que se achar um pouquinho…sensualiza, mulher !

11. Música com a qual você se identifica

Red Hot Chili Peppers – Dark Necessities

Não tem como não se identificar com essa música nova do Red Hot se você é fã da banda. Ela tem umas batidas que te levam pra outro lugar, você viaja na letra e na mudança de instrumentos…sou doida por eles e é incrível como eles conseguem ser tão versáteis sem perder a característica.

12. Música que você cantava e agora odeia

Serve todas do é o tcham? O pior é que eu sabia a sanada da coreografia toda, tututu tá! Aff meu passado….nem vou colocar o clipe para não azedar!

13. Música do seu disco preferido

Beyoncé – Hold Up

Aqui está uma fã de carteirinha de Beyonce, gente…que mulher é essa! Adoro tudo que ela faz, produz, canta hahah. Como pode uma pessoa ser tão múltipla e se modificar a cada CD? Com o novo álbum dela, o “Lemonade”, ela chegou num grau que vou te contar…fico impressionada com as músicas, o que ela diz em cada letra e os “recados” subliminares pro mundo. Adoroooo! Mas a minha preferida, assim como o clipe, é a “Hold Up”..tipo, sou doida mesmo e você está me enganando, cara! Vou quebrar meia cidade para não te quebrar e vou no estilo…rindo e te fazendo entender que você vacilou comigo…demais essa música. 

14. Música que sabe tocar em algum instrumento

Metallica – “Hardwired”

Serve bateria imaginária? Por que eu não toco nada vezes nada, só bateria imaginária com o dedos hahah…Põe aí na lista Metallica, por favor? Detalhe que essa tá fresquinha e acabou de ser lançada, já que o Metallica já anunciou o seu disco novo para novembro próximo e de quebra já disponibilizou a primeira música do álbum, a “Hardwired”. Maravilhosa como sempre e como tudo o que o Metallica faz (sou fã mesmo…tipo de me jogar, saber todas as letras e tocar bateria imaginária em todas sem errar, tá?)…que venha Rock in Rio por que já tô com saudade deles.  

15. Música que gostaria de cantar em público

Selena Gomez – “Same of love”

O clipe é muito lindo, bem feito e quando ela aparece do nada no palco arrasando, me dá vontade de fazer igual hahah! Fora que a música é muito boa e a coreografia que ela faz é super sensual sem ser vulgar…adoro!!!! Alias, tô surpresa por estar gostando tando assim da Selena Gomez (haha, antes não me identificava por nada nesse mundo), culpa do CD novo que tá um espetáculo – todas as músicas. Toma Justin, essa é pra você! Sai pra lá amor antigo que só atrasa vida da gente.. 

16. Música que gosta de ouvir dirigindo

Red Hot Chili Peppers – Goodbye Angels

Como não dirijo, gosto de ouvir uma música do Red Hot Chili Peppers que acho a cara de quem dirige por aí sem rumo, pegando aquela estradona, sabe? Hahaha. Mas não vou dizer que acho linda essa música pela letra, por que é triste demais..mas o baixo dessa música é de enlouquecer…gosto muito e ela realmente no início te remete à um carro, dirigindo…solto e leve. 

17. Música da sua infância

Todas do A-ha me lembram a infância. Eu tinha uma vizinha que escutava demais A-ha, Information Society (sou dos anos 80, povouu!) e eu cresci com essa paixão pelo Morten Harket (vocalista). Todas, sem exceção eu amo…e defendo com unhas e dentes quem não gosta! Uma pena que eu perdi o show que teve também no RIo, iria fazer vergonha tripla quando eles subissem no palco.

18. Música que ninguém imagina que você goste

Michael Bublé – “Nobody But Me”

Amo jazz,  gente. E poucas pessoas sabem disso,  pois sou bem eclética com música. Amo de paixão todas as músicas do Michael Bublé e tenho uma paixão nada secreta por ele hahah! Sou muito fã, tenho CD, escuto direto e só não fui no show dele aqui no Rio por que me faltou grana…senão, faria vergonha com certeza na platéia! Para quem nunca escutou, vale cada minuto…e esse CD novo dele promete vir arrasando tanto quanto os outros. Em outubro…

19. Música que você quer que toque no seu velório

Nenhuma…não vou morrer ! hahaha…que ideia, né? 

20. Música que você quer que toque no seu casamento

Sia – “Cheap Thrills”

Eu já casei e no meu casamento tocou Norah Jones que eu sou viciada. Mas tem uma música que é muito gostosa de escutar e serve pro momento de se jogar, de dançar na pista, sabe? É essa da Sia – Cheap Thrills, por que ela é muito dançante e entra na minha listinha de viciantes também (principalmente as versões remixadas que são incríveis). Há, o Sean Paul faz uma dobradinha no vocal com ela e dá aquele toque que eu adoro. Sean Paul é Sean Paul, vide aquela música “Temperature” que não tem como de jeito  nenhum ficar parado escutando. Rebolo horrores haha!

Então é isso! Fim da história e deu para perceber como sou meio eclética com música, né? Gosto de quase tudo, como vocês puderam perceber. Só não curto pagode e sertanejo, de resto, tudo que tenha uma melodia gostosa, me faça dançar e que me remeta à algum lugar, uma situação.

E você? Se identificou com alguma da lista ou só eu mesmo que gosto de tudo um pouco? Ja respondeu essa TAG? Te desafio à responder todas as perguntas com músicas atuais…e depois me conta aqui para eu conferir, tá?

Categorias: Cotidiano • Tags:,
set 13, 2016Por

Nani Moreira

Valorizando cada vez mais a dúvida…

E aí chega um dado momento na sua vida que você começa a questionar tudo, como uma criança de 4 anos que descobre o mundo. Começa a achar que muita coisa não faz mais sentido,  tanto de ser feita quanto de ser pensada e daí começa a incomodar.

feet-1245957_960_720

Incomoda, porque a gente foi criado por meio de idéias pré formadas por quem justamente nos ajudava a entender esses questionamentos. E aí você chega na adolescência e encontra um mundo totalmente louco, cheio de gente que voltou a questionar tudo e à romper regras e tal. E suas certezas absolutas da infância? E ai você se molda e toma pra si outras certezas….Vem outras idéias novas e você já sabe que gosta de morango, por exemplo.

Na adolescência nem da tempo de questionar com fundamento, você quer mesmo é que sua opinião e voz fale mais alto que os demais adolescentes  (grande maioria é assim)! E o que você aprende nessa fase? A ter mais e mais certezas absolutas sobre como se comportar, com quem quer ir, como quer agir e por aí vai….peita tudo e todos, mas sabe que agora não basta ser só morango, ele precisa estar mais durinho e vermelho (azedo é horrível).

teenager-1494975_960_720

Ai você e chega na fase adulta,  desgastado de lutar e começa a se perceber mais seletivo, já sabe do que quer, como quer, qual gosto prefere e ensaia até debates calorosos sobre assuntos que sabe e até os que não sabe. Mas o vício da certeza absoluta ainda está ali,  em algum lugar, mas você não quer mais brigar nem argumentar. Vai em busca outras opiniões, outros contextos e busca a mudança. Vai e cai na real e percebe que o mundo segue girando e coisas novas acontecem… Sejam elas boas ou ruins e você precisa sair da zona de conforto,  você precisa decidir se o morango (mesmo azedo, por que você vai encontrar um monte por aí mesmo) dá um bom suco ou se você vai continuar buscando o mais vermelho e mais doce.

woman-690118_960_720

Nesse momento, sai a cabeça dura e você volta aos 4 anos novamente: você questiona,  não para que suas idéias prevaleçam, mas para que sua perspectiva mude, para que você conheça outros contextos E para que você entenda de uma vez por todas que verdade mesmo só tem uma: a de que nem sempre precisamos saber de tudo nem ter a certeza de nada. Nada como um bom e velho morango (e que venha ele de qualquer jeito mesmo,  dane-se).

1 2 3